2

A bolha de consumo, a prova do crime

Por Luiz Carlos Mendonça de Barros

O leitor do Valor conhece minha posição de que vivemos hoje no Brasil o ocaso de duas forças estruturais que comandaram nos últimos 12 anos nossos destinos de cidadãos. A força da economia nos anos Lula - e no primeiro mandato da presidenta Dilma Rousseff - permitiu a construção da hegemonia política em torno do PT e de seus líderes principais. Sabemos hoje que outra força auxiliar - a corrupção construída institucionalmente pelo PT junto à máquina pública brasileira - ajudou no estabelecimento desta hegemonia.