Mundo novo, teorias velhas

Por Luiz Carlos Mendonça de Barros

A edição de 4 de outubro passado da revista "The Economist" traz um encarte de várias páginas com reflexões sobre um novo mercado de trabalho que estaria se formando nas economias do mundo. Ainda com mais traços especulativos do que certezas comprovadas, o desenho que se apresenta ao leitor atento e de mente aberta é muito interessante e desafiador.