11

Educação, serviços e favelas

Por Pedro Ferreira e Renato Fragelli

Em 1950, 63% da força de trabalho brasileira trabalhava na agricultura, 20% em serviços e 17% na indústria. Hoje, somente 15% dos trabalhadores estão na agricultura, os serviços empregam outros 65% e o restante está na indústria. A transformação estrutural da economia brasileira deu-se a uma velocidade relativamente alta e foi acompanhada de um também acelerado processo de urbanização.